Temporão pede proibição de propaganda de remédio para febre

RIO DE JANEIRO - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, vai pedir à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a proibição da publicidade do Paracetamol (genérico do Tylenol). Não se trata de proibir o uso do medicamento, mas estou preocupado com a propaganda na mídia, disse ele.

Agência Estado |

"Isso eu vou pedir à Anvisa para proibir neste momento", comentou ao inaugurar mais uma tenda de hidratação para pacientes com dengue, acompanhado do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) e do secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, na Penha, na zona norte do Rio.

Segundo Temporão, os médicos e as pessoas com suspeitas de dengue devem saber que não podem usar a droga "neste momento" no Rio, que enfrenta uma epidemia de dengue. De acordo com alguns especialistas, não é recomendado o uso de nenhum antitérmico, caso do Paracetamol, como tratamento para a doença, pois não há estudos que garantam sua segurança e eficácia. Algumas mortes foram causadas por insuficiência hepática, que, segundo alguns especialistas, pode ser agravada pelo uso indiscriminado do Paracetamol.

Leia também:

Leia mais sobre: dengue

    Leia tudo sobre: dengue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG