O Brasil já registrou 192 mortes por Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína. A informação é do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, que participa hoje de audiência pública no plenário da Câmara para falar sobre a doença no País.

Segundo ele, até o momento 28 gestantes morreram vítimas da enfermidade. Desse total, 30% apresentavam outros fatores de risco.

De acordo com o ministro da Saúde, o maior porcentual de mortes ocorreu no Estado de São Paulo, com 40% dos óbitos registrados. Em segundo lugar, está o Rio Grande do Sul, com 23%, seguido do Paraná, com 22%, e Rio de Janeiro, com 12%. Ontem, Minas Gerais e o Distrito Federal confirmaram suas primeiras mortes em decorrência da gripe suína - foram duas mulheres e um homem em território mineiro e um homem em Taguatinga (DF).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.