Temporão aponta piora em obesidade e partos no País

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, adiantou que o governo anunciará na quinta-feira pesquisa que registra piora nos dados sobre obesidade de mulheres e crianças e partos por cesariana.

Agência Estado |

Ao participar de encontro do Conselho de Segurança Alimentar, no auditório do Palácio do Planalto, ele avaliou que é preocupante a situação apresentada pela Pesquisa de Demografia e Saúde Materno Infantil. "Temos duas questões que não melhoraram: as questões da obesidade e do parto pioraram", disse, sem apresentar números.

Durante o encontro, o ministro disse também estar preocupado com o problema das cantinas nas escolas e dos produtos semiprontos, comprados nos supermercados, que têm excesso de sal e gordura. Temporão ainda reclamou da pressão e dos interesses de grandes grupos empresariais na área.

O ministro reclamou de críticas da imprensa a novos critérios na publicidade de medicamentos, bebidas alcoólicas e alimentos. "Um editorial do jornal 'O Globo' disse que eu não entendia de publicidade", afirmou.

"Eu entendo sim, minha tese de mestrado em 1984 foi sobre publicidade e medicamentos." Na avaliação do ministro, a mídia adotou uma campanha que defende o consumo liberado de todos os produtos. "Há uma esquizofrenia, coma qualquer coisa. Mas se comer, vai parar no médico", disse. Ele ressaltou que essas questões são polêmicas e devem ser discutidas por todos os setores sociais.

Leia mais sobre obesidade e cesárea

    Leia tudo sobre: cesáreaobesidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG