Temporão anuncia reforço de R$ 1,56 bilhão para tratamentos e cirurgias

BRASÍLIA - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou nesta quinta-feira a liberação de R$ 1,56 bilhão para atender a população que precisa de atendimentos complexos, como tratamento de câncer, hemodiálise, transplantes e cirurgias cardíacas.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

Com esse anuncio, sobe para R$ 5,21 bilhões o recursos liberados pelo Ministério da Saúde ao estados para reajuste da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) e oferta de serviços desde agosto de 2007.

Uma série de políticas extremamente importantes para a população, agora foram finalmente liberados, comemorou Temporão. O ministério da Saúde, mesmo dentro das limitações orçamentárias, vem fazendo um grande esforço para ampliar o atendimento da população, principalmente em áreas onde é maior a demanda por serviços, como na atenção ao câncer, leitos de UTI, cirurgias eletivas, hemodiálise e outros.

A maior parcela do dinheiro, R$ 557 milhões, será usado para expansão da oferta de serviços em todos os estados, mais ou Distrito Federal, com enfoque especial em áreas de difícil acesso. Outros R$ 230 milhões serão investidos em 195 projetos de cirurgias eletivas no intuito de diminuir a fila de espera de cirurgias como catarata, ortopedia, vasectomia, laqueadura tubária e hérnia. Juntos, os programas beneficiarão 105,4 milhões de pessoas.

Temporão espera que até o final do mês este dinheiro esteja disponível para estados e municípios.

Outros projetos

Do total de recursos anunciado pelo ministro Temporão, R$ 38,5 milhões serão usados para formação de equipes de atendimento residencial a pacientes crônico-degenerativos, como forma de reduzir as internações hospitalares. E outros R$ 48,5 milhões financiarão a implantação de 427 leitos de terapia intensiva (UTIs).

Leia mais sobre: José Gomes Temporão

    Leia tudo sobre: saúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG