Temporal mata dois e deixa rastro de destruição no RS

Um temporal provocou acidentes que mataram duas pessoas e deixou um rastro de destruição entre a região metropolitana de Porto Alegre e o litoral norte do Rio Grande do Sul no início da tarde desta quinta-feira. Na capital gaúcha, a parede frontal de uma casa abandonada caiu sobre a calçada da Avenida Brasil, matando a auxiliar de serviços gerais Marilu Azambuja, de 37 anos, que passava pelo local.

Agência Estado |

Em Canoas, um operário ainda não identificado morreu em circunstâncias parecidas. Ele estava trabalhando numa obra e foi soterrado por um muro que desabou.

Em Cidreira, no litoral norte, o teto de uma escola caiu sobre uma sala. Algumas crianças sofreram ferimentos e tiveram de ser levadas a um hospital para avaliação médica.

Em diversas cidades do Estado houve destelhamentos e queda de árvores e postes sobre rodovias que provocaram transtornos como interrupções no trânsito e falta de energia elétrica.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG