Temporal em São Paulo deixa uma pessoa morta

SÃO PAULO - Pelo menos uma pessoa morreu devido ao forte temporal que atingiu a cidade de São Paulo na tarde deste sábado.

Redação |

Segundo o Corpo de Bombeiros, uma pessoa morreu ao ser arrastada pela enchente na Rua Jorge Rubens Neiva, em Americanópolis, na zona sul. A ocorrência foi atendida por uma ambulância do Samu às 19h20 deste sábado.

Forte temporal

O forte temporal que atingiu a cidade de São Paulo causou alagamentos e deixou estragos, principalmente na zona oeste.

Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências, a cidade ficou em "estado de atenção" das 17h às 21h40. Foram registrado 33 pontos de alagamento. No momento, não existe nenhum ponto intransitável na cidade.


Chuva deixou estragos na Vila Madalena, zona oeste / Agência Estado

As operações no Aeroporto de Congonhas foram suspensas, às 18h22, por causa da falta de visibilidade e das condições da pista e só foram retomadas por volta das 19h30.

As áreas de instabilidade que vieram do interior de São Paulo e que se formaram localmente na cidade causaram pancadas de chuva forte, com potencial para alagamentos, rajadas de vento, trovoadas e queda de granizo.

Jogo paralisado

O temporal na região oeste da cidade de São Paulo paralisou, na tarde deste sábado, o jogo entre Corinthians e Portuguesa, no estádio do Pacaembu.

A Portuguesa realizou aquecimento nos vestiários do Pacaembu durante mais uma hora após o árbitro Flávio Rodrigues Guerra decidir interromper a partida contra o Corinthians.

Com um jogador a menos (Ediglê foi expulso quando o jogo recomeçou), a Lusa conseguiu abrir o placar através de Christian, mas não resistiu. O corintianos, que tinham a certeza do adiamento do confronto e até banho já haviam tomado, empataram o jogo por 1 a 1, gol de Otacílio Neto. Leia mais sobre o jogo .

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG