Temporal em Santa Catarina danifica casas e coloca seis cidades em emergência

FLORIANÓPOLIS - Por causa das ventanias e fortes chuvas do fim de semana, as cidades de Antônio Carlos, Chapecó, Biguaçu, Dona Emma, Santa Rosa do Sul e Governador Celso Ramos estão em situação de emergência, segundo informações da Defesa Civil estadual. O órgão estima que durante esta segunda-feira o número de cidades nesta situação aumente, assim como os municípios atingidos pelos temporais.

Redação com Agência Estado |

Agência Estado
Chuva de granizo atingiu Santa Catarina

Chuva de granizo atingiu Santa Catarina

Nos últimos dias, 33 municípios das regiões oeste, meio-oeste, Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e sul foram afetados.

O último boletim aponta que o total de casas danificadas ultrapassa 5 mil e o número de pessoas afetadas chega a mais de 44 mil. Há 1.413 pessoas desalojadas e 2.762 desabrigadas.

Os municípios afetados são: Abon Batista, Angelina, Antônio Carlos, Araranguá, Agronômica, Aurora, Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Piçarras, Biguaçú, Blumenau, Calmon, Chapecó, Concordia, Dona Emma, Governador Celso Ramos, Içara, Ilhota, Imbituba, Itajaí, Imbuia,  Leobero Leal, Painel, Passo de Torres, Pouso Redondo, Rio do Sul, Rio Rufino, Santa Rosa do Sul, São Cristóvão do Sul, São João do Sul,  Sombrio e Santo Amaro da Imperatriz.

Rajadas de vento

Os ventos na manhã desta segunda-feira chegaram a 142 km/h no município de Caibi, em Santa Catarina, de acordo com boletim da Defesa Civil Estadual.

No sábado, as rajadas chegaram a 138 km/h em Celso Ramos e a 102,6 km/h em Urubici. Segundo a Defesa Civil, não está descartada a possibilidade de terem ocorrido tornados nas cidades de Araranguá e Sombrio, mas especialistas precisam vistoriar o local para confirmar o fenômeno.

Nesta tarde e também na terça-feira a intensidade da chuva diminui e o vento, oeste a sudoeste, ganha força com rajadas de 60km/h a 70km/h, principalmente do planalto ao litoral.

Rio Grande do Sul

Doze municípios do Rio Grande do Sul estão em estado de alerta por conta do temporal, que provocou muitos estragos neste fim de semana na região, segundo a Defesa Civil do Estado. A Coordenadoria Regional do órgão está em alerta em oito municípios, prestando atendimento à população. As cidades mais afetadas são Venâncio Aires, Restinga Seca, Montenegro, Santa Cruz do Sul, São Francisco de Paula, Taquari, Herval e Tabaí. Para esta última, a Defesa Civil já está providenciando lonas e telhas para auxiliar as famílias que tiveram suas casas danificadas.

O corpo de Rodrigo Monteiro, de 34 anos, foi encontrado ontem. Ele estava desaparecido após cair com o carro num arroio na região de Barragem do Salto, em Gramado, onde duas pessoas continuam desaparecidas, após o caminhão no qual estavam também ser levado pela correnteza do Rio Santa Cruz, segundo a Defesa Civil.

A Rodovia Rota do Sol, que liga o litoral à região serrana do Estado gaúcho, continua interditada nesta segunda-feira. Por volta das 23h de sábado, a RS-486 (Rota do Sol) foi bloqueada entre a localidade de Tainhas (São Francisco de Paula) e Terra de Areia, em razão das chuvas na região. O bloqueio é preventivo para garantir a segurança.

No domingo, foi feita inspeção para verificar a segurança e a trafegabilidade nos 52 quilômetros do trecho entre a serra e o litoral. A rodovia deverá ser liberada após o fim da chuva, segundo a polícia rodoviária estadual.

Leia também:

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: granizosanta catarinatemporal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG