Temporal em Santa Catarina danifica casas e coloca 12 cidades em emergência

FLORIANÓPOLIS ¿ A Defesa Civil estadual de Santa Catarina informou na tarde desta segunda-feira que 45 municípios já foram afetados pelas ventanias e fortes chuvas que ocorrem desde o fim de semana. Destes, 12 decretaram estado de emergência.

Redação |

Agência Estado
Chuva de granizo atingiu Santa Catarina

Chuva de granizo atingiu Santa Ca


O último boletim aponta que o total de casas danificadas ultrapassa 6 mil e o número de pessoas afetadas chega a mais de 67 mil. Há 1.695 pessoas desalojadas e 2.825 desabrigadas.

Os municípios em estado de atenção são: Abon Batista, Agrolândia, Argelina, Antônio Carlos, Biguaçú, Chapecó, Dona Emma, Governador Celso Ramos, Pouso Redondo, Santa Rosa do Sul, São Cristóvão do Sul e Três Barras.

A Defesa Civil informa que instalou duas bases de comando no Complexo do Baú, em Ilhota, com os bombeiros voluntários e Polícia Militar Ambiental, para monitoramento na região.

Rajadas de vento

Os ventos na manhã desta segunda-feira chegaram a 142 km/h no município de Caibi, em Santa Catarina, de acordo com boletim da Defesa Civil Estadual.

No sábado, as rajadas chegaram a 138 km/h em Celso Ramos e a 102,6 km/h em Urubici. Segundo a Defesa Civil, não está descartada a possibilidade de terem ocorrido tornados nas cidades de Araranguá e Sombrio, mas especialistas precisam vistoriar o local para confirmar o fenômeno.

Nesta terça-feira,a intensidade da chuva diminui e o vento, oeste a sudoeste, ganha força com rajadas de 60km/h a 70km/h, principalmente do planalto ao litoral.


Rio Grande do Sul

Quatro cidades já enviaram à Defesa Civil decretos de situação de emergência por causa das chuvas registradas no Rio Grande do Sul no final de semana. Os registros de vento e granizo que acompanharam as chuvas multiplicaram problemas em vários pontos do Estado.

A Defesa Civil estima que 45 mil pessoas foram afetadas pelo clima, entre as quais 2,5 mi estão desabrigadas e 4 mil, desalojadas. Dezessete municípios já solicitaram auxílio à Defesa Civil. Uma pessoa morreu em Gramado.

AE
Chuva causou estragos no Rio Grande do Sul neste final de semana

A situação de emergência foi decretada, até o início da tarde desta segunda-feira, em Tabaí, Venâncio Aires, Mato Leitão e São Sebastião do Caí. No Estado, o órgão contabiliza 4 mil residências danificadas.

O 8º Distrito de Meteorologia espera queda acentuada da temperatura entre hoje e amanhã, quando as chuvas devem diminuir no Estado. No espaço de 24 horas, até a manhã de hoje, os maiores volumes de chuva foram registrados em Passo Fundo (102,8 mm), Cambará do Sul (100,6 mm), Campo Bom (84,2 mm), São José dos Ausentes (83 mm), Bom Jesus (82,1 mm), Canela (81,8 mm) e Lagoa Vermelha (81,6 mm), informou o coordenador do 8º Distrito, Solismar Prestes.

Segundo a Defesa Civil, três equipes do Corpo de Bombeiros, em parceria com a Brigada Militar, continuam as buscas pelas duas pessoas desaparecidas na área da Barragem do Salto, entre os municípios de Gramado, São Francisco de Paula e Canela. Uma pessoa morreu.

Até o fim desta manhã, a Defesa Civil do Estado havia encaminhado 2,8 mil telhas ao município de Herval, 2 mil telhas a Santa Cruz do Sul e 600 unidades a São Francisco de Paula. Além do envio de telhas, o órgão havia destinado 150 kits, com colchões, para Igrejinha, e rolos de lona plástica para Herval e Candiota.

Leia também:

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvasgranizosanta catarinasul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG