Os moradores de Belo Horizonte acordaram hoje tentando consertar os estragos provocados pelo temporal que atingiu a cidade no fim da tarde de ontem, com raios, ventos fortes e granizo. Muitas vias ficaram alagadas.

Na Avenida Augusto de Lima, no centro da capital mineira, vários carros foram arrastados pela enxurrada. O Corpo de Bombeiros registrou queda de 22 árvores. Na Avenida Paraná, também no centro, uma delas caiu sobre um ônibus, mas ninguém ficou ferido.

No bairro Caiçara, na zona oeste, um morador de rua que dormia na calçada chegou a ser arrastado pelas águas. Pessoas que presenciaram a cena socorreram o homem e conseguiram resgatá-lo. No bairro Aparecida, na periferia da capital, um deslizamento de terra assustou os moradores, mas ninguém ficou ferido.

A chuva durou pouco mais de uma hora, mas correspondeu a 15% do volume esperado para todo o mês de dezembro. De acordo com meteorologistas, as pancadas de chuva foram provocadas por uma frente fria que se deslocou de São Paulo para Minas Gerais e começou a se dissipar hoje. Temporal de proporções semelhantes já havia atingido a cidade na tarde de sexta-feira.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.