Temer vai propor a Lula calendário de votação de projetos do pré-sal

BRASÍLIA - O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), reúne-se ainda hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para falar sobre a possibilidade de estabelecer um calendário para votação dos quatro projetos de lei que tratam da exploração da camada do pré-sal. Ontem, Temer disse que conversaria hoje com líderes da oposição e também da base aliada para marcar uma data para votação dos propostas, que pode ser daqui a 50 ou 60 dias na Câmara. Temer seria o fiador do acordo entre governistas e oposicionistas e se incumbiu de apresentá-lo a Lula.

Valor Online |

Temer supõe que a oposição suspenderá a obstrução em plenário, caso o acordo seja fechado. Com isso, a Câmara retomaria a pauta do plenário. Além de permitir a apreciação de projetos que aguardam votação, o acordo abriria caminho para análise das propostas do pré-sal.

Pelo regime de urgência constitucional, os projetos do pré-sal começaram a trancar a pauta da Câmara no dia 17 de outubro. Temer defende o acordo para evitar a paralisação da Casa.

(Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG