Temer recua e pode desistir de levar decisão sobre passagem ao plenário da Câmara

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), recuou mais uma vez e pode desistir de levar o projeto que restringe o uso de passagens aéreas pelos deputados para votação em plenário. Os líderes partidários irão se reunir nesta terça-feira pela manhã para decidir sobre o assunto.

Carol Pires |

Temer havia decidido restringir o uso da cota de passagens aéreas em reunião da Mesa Diretora da Câmara. No dia seguinte, voltou atrás e decidiu deixar a decisão para o plenário da Câmara ¿ decisão que mais uma vez pode ser revista. É muito provável que não seja necessário [votar o projeto em plenário]", disse na tarde desta segunda-feira, ao chegar na Câmara.

"Tomei a decisão de levar [para o plenário] para democratizar a decisão. Se os líderes todos decidirem pelo ato [da Mesa Diretora], não terá de ir ao plenário. Mas se for necessário, eu levo, ponderou.

Os líder do PT, Cândido Vacarezza (SP), e do PSDB, José Aníbal (SP), são contrários à votação em plenário . Na avaliação deles, basta um ato da Mesa Diretora para regulamentar as novas regras para utilização de passagens.

Restrição

Pelas novas regras editadas pela Mesa Diretora da Câmara, as passagens aéreas pagas pelo parlamento poderão ser retiradas apenas no nome do parlamentar. Familiares e terceiros não poderão ser beneficiados com a cota.

Assessores parlamentares só poderão usar as passagens da Câmara se autorizado pela terceira secretaria da Casa. A cota mensal não utilizada pelo parlamentar também não poderá, segundo as novas regras, ser creditada para o mês seguinte.

No início do mês, os dirigentes da Câmara dos Deputados já haviam anunciado uma redução de 20% no valor da cota das passagens aéreas que variam de R$ 4,7 mil a R$ 18,7 mil, a depender do Estado pelo qual o parlamentar foi eleito.

Leia também:

Leia mais sobre: farra das passagens

    Leia tudo sobre: câmara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG