Temer está perto de apoio do PDT na eleição da Câmara

Com a bênção do Palácio do Planalto e a ajuda do ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT), está praticamente fechado o apoio dos pedetistas à candidatura do presidente Nacional do PMDB, Michel Temer (SP), à sucessão de Arlindo Chinaglia (PT-SP) na presidência da Câmara. Ontem, Temer procurou o líder do PDT na Câmara, Mário Heringer (MG), e convidou o partido a participar do “blocão” de 12 legendas que o PMDB quer formalizar até 1º de fevereiro.

Agência Estado |

O objetivo é facilitar a divisão dos postos de poder e liquidar a eleição no primeiro turno.

A adesão do PDT é contabilizada como vitória dupla da campanha de Temer. Além da perspectiva de ganhar os 25 votos da bancada, o PMDB trabalha para enfraquecer a candidatura de Aldo Rebelo (PCdoB-SP), desmontando o chamado bloquinho, formado por PCdoB, PSB e PDT. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG