Temer discute com líderes acordo sobre pré-sal

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), está reunido com líderes dos partidos de oposição e da base governista em busca de um acordo para a votação dos quatro projetos que definem o marco regulatório do pré-sal. Na negociação, caberá ao governo retirar o regime de urgência na tramitação dos projetos, em troca da definição de um calendário de votação dos projetos pela Câmara.

Agência Estado |

Se houver acordo, a oposição deverá deixar de lado a estratégia de obstrução, que vem mantendo em protesto pelo regime de urgência.

Ao chegar hoje à Câmara, Temer disse que ontem à noite conversou por telefone com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o informou sobre a tentativa de acordo. Lula, segundo relato de Temer, não se comprometeu com nenhum resultado. O regime de urgência obriga a votação do projeto em 45 dias na Câmara e, em caso contrário, tranca a pauta do plenário. O senado tem outros 45 dias para examinar o projeto. Está em discussão, no acordo, um prazo em torno de 60 a 70 dias para a votação na Câmara. Desde ontem à noite, Temer tem conversado com os líderes separadamente, mas nesta manhã reuniu as principais lideranças em seu gabinete.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG