Temer confirma limitação ao uso de cota de passagens

O presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), confirmou hoje, ao chegar à Casa, a limitação no uso da cota de passagens aéreas dos parlamentares. De acordo com nova determinação, a passagem só poderá ser usada pelo próprio parlamentar, dentro do território nacional.

Agência Estado |

Essa decisão é um recuo da posição anterior, anunciada na semana passada, quando a Mesa legalizou o uso disseminado de passagens também por parentes de deputados e terceiros. O próprio presidente da Casa admitiu, no início desta semana, ter usado a cota para viagem da família. Segundo ele, a nova posição da Casa é uma "uma reconciliação com a opinião pública".

Com a decisão, o assessor que necessitar viajar para representar um deputado poderá usar a cota de passagem, desde que autorizada previamente pela Terceira Secretaria da Mesa. O uso de todas as passagens será publicado na internet, para garantir transparência sobre sua utilização.

Temer disse que outras questões envolvendo gastos parlamentares serão discutidas e anunciadas posteriormente, na próxima semana ou na seguinte. Sobre o aumento salarial, Temer disse que o assunto não será tratado neste momento e que só poderá ser adotado se houver uma contrapartida com vantagens econômicas para o País.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG