mudanças nas regras para uso da cota de passagens aéreas que cada deputado federal tem direito. As medidas foram anunciadas após sucessivas matérias exclusivas do site http://congressoemfoco.ig.com.br/index.aspCongresso em Foco, parceiro do iG, de que os deputados bancavam viagens, com dinheiro público, de parentes, amigos, namoradas, assessores e ministros, inclusive ao exterior." / mudanças nas regras para uso da cota de passagens aéreas que cada deputado federal tem direito. As medidas foram anunciadas após sucessivas matérias exclusivas do site http://congressoemfoco.ig.com.br/index.aspCongresso em Foco, parceiro do iG, de que os deputados bancavam viagens, com dinheiro público, de parentes, amigos, namoradas, assessores e ministros, inclusive ao exterior." /

Temer anuncia restrições no uso de passagens aéreas; parentes serão vetados

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP) anunciou nesta quarta-feira http://congressoemfoco.ig.com.br/noticia.asp?cod_canal=1&cod_publicacao=27911mudanças nas regras para uso da cota de passagens aéreas que cada deputado federal tem direito. As medidas foram anunciadas após sucessivas matérias exclusivas do site http://congressoemfoco.ig.com.br/index.aspCongresso em Foco, parceiro do iG, de que os deputados bancavam viagens, com dinheiro público, de parentes, amigos, namoradas, assessores e ministros, inclusive ao exterior.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

A partir dessas mudanças, as passagens serão limitadas apenas aos parlamentares e só viagens dentro do País serão permitidas. Familiares e terceiros não poderão ser beneficiados com a cota.

De acordo com Temer, assessores parlamentares só poderão usar as passagens da Câmara se autorizado pela terceira secretaria da Casa. Antes, cada gabinete era responsável pela retirada das passagens no nome de quem o deputado requisitasse. "A equação geral sobre esse tema deveremos fazer nesta ou na próxima semana", explicou.

Agência Câmara
Temer anunciou mudanças nesta quarta
O presidente também prometeu total transparência em todos os gastos. A exemplo da verba indenizatória, que este ano passou a ser disponibilizada no site da Câmara com detalhamento das notas fiscais apresentadas pelos deputados para justificar seus gastos, as informações sobre passagens aéreas custeadas pelo parlamento também serão colocadas para acesso público.

A cota mensal não utilizada pelo parlamentar também não poderá, segundo as novas regras anunciadas por Temer, ser creditada para o mês seguinte. Não haverá mais crédito. As sobras das cotas retornarão à Câmara, garantiu o presidente.  

Na semana passada, os dirigentes da Câmara dos Deputados haviam anunciado uma redução de 20% no valor da cota das passagens aéreas que variam de R$ 4,7 mil a R$ 18,7 mil, a depender do Estado pelo qual o parlamentar foi eleito. Mas haviam regularizado o uso das passagens para cônjuge, dependentes legais e assessores dos deputados, o que agora será vetado, segundo Temer. 

Leia também:

Leia mais sobre: Câmara

    Leia tudo sobre: câmara

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG