Telefônica evita falar em causas

Em entrevista no início da noite de ontem, o presidente do Grupo Telefônica no Brasil, Antônio Carlos Valenti, afirmou que não é possível precisar o número de pessoas nem de empresas afetadas pela pane nos serviços de internet Speedy da empresa. Ele disse apenas que a interrupção nos serviços foi - ¿parcial e intermitente¿ - no Estado de São Paulo, mas que empresas conectadas à rede paulista que tenham central em outro Estado também poderiam estar passando pelo problema.

Agência Estado |

Durante todo o dia de ontem, mais de cem técnicos do Grupo Telefônica, além de fornecedores de equipamentos da empresa, estavam trabalhando nos diversos locais da rede em São Paulo.

Valenti classificou o problema de inusitado e afirmou que a empresa não teve participação direta nesse evento. Segundo ele, não foi possível estimar o prejuízo causado pela interrupção dos serviços a seus clientes corporativos e às instituições públicas. Nosso foco inicial era apenas identificar e solucionar o problema, tão rápido quanto for possível, disse.

    Leia tudo sobre: telefonia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG