TCU suspende repasse de verbas federais para a Cruz Vermelha

O Tribunal de Contas da União (TCU) suspendeu o repasse de recursos federais para a Cruz Vermelha Brasileira. A Corte verificou que o dinheiro, que deveria ser usado para atividades humanitárias e no socorro de vítimas, estava sendo direcionado para o pagamento de dívidas trabalhistas da entidade.

Severino Motta, iG Brasília |

De acordo com uma Lei de 1981, a Cruz Vermelha recebe anualmente o valor arrecadado em um concurso da loteria esportiva federal. Em 2008, isso representou cerca de R$ 230 mil. De acordo com o TCU, a dívida trabalhista da Cruz Vermelha é de R$ 5,2 milhões. Assim, seriam necessários 23 concursos como o de 2008 somente para quitar os débitos.

Na decisão do TCU, tomada na sessão da última quarta-feira, o Tribunal dá 15 dias para entidade se defender e apresentar balancetes do uso do dinheiro entre 2001 e 2008. Ressalta ainda que a integralidade dos recursos de loteria repassados desde 2005 foram retidos para o pagamento das dívidas trabalhistas, o que soma cerca de R$ 657 mil.

O coordenador nacional de comunicação da Cruz Vermelha, Wesley Fasollo, disse que os repasses realmente estão sendo destinados para a quitação de dívidas trabalhistas. Ele cobrou do governo algum tipo de negociação para os débitos, uma vez que a Cruz Vermelha passa um momento de dificuldade financeira.

Nosso trabalho está sendo sustentado com dinheiro de organismos internacionais. Se tivéssemos só os recursos do governo brasileiro não faríamos nem 10% do que fazemos, disse.

Ele ainda apelou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pediu agilidade na aprovação de um projeto de Lei amplia o repasse de recursos federais para a Cruz Vermelha e está em tramitação na Câmara dos Deputados.

Peço ao Exmo. Presidente da República que nos ajude na aprovação do projeto. Esse ano teremos R$ 280 mil da Federação Internacional da Cruz Vermelha e vamos usar para socorrer as vítimas de enchentes no Rio de Janeiro.

Leia mais sobre: TCU

    Leia tudo sobre: tcu

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG