TCU encontra sobrepreço de R$ 111 milhões em obra de abastecimento em Recife

BRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou sobrepreço de R$ 111 milhões nos valores de materiais e de obras de um dos contratos ligados à construção do sistema de abastecimento de água da região metropolitana de Recife, orçado em R$ 430 milhões. Em consequência, determinou a suspensão dos pagamentos para o projeto, que faz parte do sistema de abastecimento de água de Pirapama.

Agência Brasil |

O empreendimento está sendo tocado pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), junto com as empresas Queiroz Galvão, Oldebrecht e OAS. O consórcio já foi intimado pelo tribunal a responder sobre as possíveis irregularidades.

A região da capital pernambucana convive com racionamento de água há vários anos, o que deverá ser conciliado com a execução do projeto.

O TCU encontrou irregularidades nos valores de tubos e em serviços de construção civil de um dos contratos. O tribunal comunicou os problemas à Comissão Mista de Orçamento, do Congresso Nacional, informando que, em consequência, determinou a suspensão parcial dos pagamentos ao grupo construtor. O TCU entendeu, no entanto, que não há motivo para paralisação total das obras.

Leia mais sobre: saneamento

    Leia tudo sobre: saneamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG