Taxista é suspeito na morte do fundador do Nós do Morro

Um motorista de táxi que esteve no Parque Nacional da Tijuca na madrugada de anteontem, quando o diretor de teatro do Grupo Nós do Morro José Frederico Pinheiro, de 58 anos, foi assassinado, está sendo procurado pela polícia. O taxista foi filmado pelas câmeras do parque, e agora os policiais estão tentando identificá-lo para ouvir seu depoimento.

Agência Estado |

O corpo de Pinheiro foi encontrado na manhã de quarta-feira, em uma cabine desativada da Guarda Municipal, no Horto, na zona sul do Rio, com a garganta cortada. Um estilete e outras evidências do crime foram recolhidos pelos investigadores.

Produtor, iluminador e operador de Luz, Pinheiro foi um dos fundadores do Nós do Morro, no Morro do Vidigal, que revelou vários talentos e tornou-se um amplo projeto social. Ele era responsável pela iluminação de todos os espetáculos encenados pela companhia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG