Taxa de homicídio cai 2,1% no País em 2010

Em 2010, foram 1.049 pessoas mortas a menos do que no ano anterior. Piores índices estão nas regiões Nordeste e Norte

AE |

selo

O índice de homicídios no País caiu 2,1% no ano de 2010 comparado a 2009, ao passar de 21,9 para 21,5 mortes por 100 mil habitantes, revelou o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Justiça. Em números absolutos, foram 1.049 pessoas mortas a menos. Os dados mostram, porém, uma concentração dos piores índices de homicídios nos Estados do Nordeste e do Norte do Brasil - das dez unidades da federação com mais de 30 mortes por 100 mil habitantes, seis são nordestinas, três da região Norte e uma da Região Sul (Paraná).

Leia também: Coluna de Paula Miraglia: Como avaliar os gastos em Segurança Pública?

De acordo com o estudo, o Estado campeão em índice de homicídios dolosos (com intenção de matar) é Alagoas, com um total de 2.127 mortes no ano passado ou 68,2 assassinatos por 100 mil habitantes, com uma variação de 42,8%. Os outros são Paraíba (38,2 mortes por 100 mil habitantes), Pernambuco (36,4), Rondônia (35,1) e Sergipe (33,8).

Por outro lado, as menores taxas foram encontradas no Amapá (3,9 mortes por 100 mil habitantes), Santa Catarina (4,3) e Piauí (7,7). Essas três foram as únicas unidades da federação que tiveram índice de homicídios dolosos abaixo de dez, limite considerado aceitável pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O Estado de São Paulo registrou, no período em análise, queda de 4,9%, ao passar de 11 homicídios por 100 mil habitantes para 10,5. Já o Estado de Minas Gerais, registrou aumento de 22,6%, ao passar de 10 homicídios por 100 mil habitantes para 12,2. Já o Rio de Janeiro, teve queda de 16,8% no período, passando de 33,2 homicídios por 100 mil habitantes para 27,6.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG