Tata Motors registra prejuízo, com Jaguar e Land Rover

A montadora indiana Tata Motors, a maior do país em vendas, informou que obteve prejuízo líquido consolidado de 25,05 bilhões de rupias (US$ 521,7 milhões) no ano fiscal terminado em 31 de março de 2009. No ano fiscal anterior, o grupo havia obtido lucro líquido de 21,68 bilhões de rupias.

Agência Estado |

O grupo disse, no entanto, que os resultados não são diretamente comparáveis, porque a Tata comprou a Jaguar e a Land Rover da montadora norte-americana Ford em junho de 2008, por US$ 2,3 bilhões.

A deterioração da crise global prejudicou a demanda por carros de luxo, especialmente nos Estados Unidos e na Europa, que perfaz cerca de 65% das vendas da Jaguar e da Land Rover. Os resultados também foram pressionados pelos custos mais elevados dos empréstimos e pela relutância dos bancos em ceder crédito para a compra de veículos novos. No período, as vendas líquidas consolidadas somaram 703,70 bilhões de rupias, quase o dobro dos 354,09 bilhões de rupias do ano anterior.

O vice-presidente da montadora, Ravi Kant, disse que mais empregos poderão ser eliminados na Jaguar e na Land Rover. As marcas empregam hoje, juntas, 15 mil funcionários. Ele disse ainda que o Banco de Investimento Europeu aprovou um empréstimo de 340 milhões de libras (US$ 557,6 milhões) para essas marcas. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG