Tasso se diz preocupado com estratégia de Serra

A decisão do governador de São Paulo, José Serra, de arrastar por mais três semanas o anúncio da candidatura presidencial provocou protestos de um dirigente tucano e de um aliado, ambos assustados com o crescimento da candidata petista e ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) nas pesquisas eleitorais. Estou extremamente preocupado com essa estratégia que ninguém entende.

Agência Estado |

Fica a cada dia mais difícil reverter o quadro", advertiu hoje o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), que aguardava uma audiência com Serra nos próximos dias, não apenas desistiu da conversa como resolveu cruzar os braços até que o governador se lance oficialmente na corrida sucessória. "Pretendo vincular minha eventual candidatura (a governador de Pernambuco) à dele, mas vou esperar. Já que a preferência dele é administrativa, dispenso a audiência", explicou o senador.

Cansado dos questionamentos diários de aliados e da imprensa pernambucana sobre quando será seu encontro com Serra, Jarbas decidiu pôr um ponto final no incômodo com uma nota oficial. "Não faz mais sentido me reunir para tratar do palanque dos partidos de oposição em Pernambuco, quando a prioridade escolhida por Serra é justamente a conclusão a contento da sua passagem pelo Governo de São Paulo", declarou Jarbas em nota oficial.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG