Tarso: Supervia deve ser responsabilizada por agressões

O ministro da Justiça, Tarso Genro, cobrou ontem que, além da demissão dos agentes da Supervia flagrados agredindo passageiros em trens urbanos do Rio, a empresa seja responsabilizada pelo que classificou como barbárie. Para o ministro, a concessionária também é responsável pelo comportamento dos funcionários que demitiu e merece ser punida exemplarmente.

Agência Estado |

"Achei uma barbárie, uma postura absolutamente inaceitável da empresa, que contratou pessoas totalmente despreparadas para controlar motins", disse o ministro ontem, num evento no Rio, referindo-se à violência como resposta à resistência dos passageiros ao fechamento das portas de vagões superlotados.

"Acho que é um péssimo exemplo e inclusive a direção da empresa tem que ser responsabilizada." O ministro afirmou que o episódio vai na contramão da tentativa do governo de diminuir a truculência de agentes de segurança no País, mas preferiu não avaliar se é adequado ou não o indiciamento dos funcionários da Supervia por lesão corporal.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG