O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse ontem que ficou surpreso com a decisão do delegado afastado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz, que anunciou sua filiação ao PCdoB nesta semana. Para Tarso, a adesão do mentor da Operação Satiagraha a um partido fechado com a base aliada ao governo federal foi surpreendente.

"Eu até achava que o doutor Protógenes fosse se filiar ao PSOL, como estava sendo anunciado. Foi apresentado em todo País pelo PSOL como um exemplo... foi uma surpresa, eu acredito, para o PSOL e para quem estava observando a cena, a adesão ao PCdoB, que é um partido fechado com a base do governo".

Na quarta-feira, durante o anúncio, Protógenes defendeu o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Se há desvio, a culpa não é dele", disse o delegado já afinando seu discurso ao partido.

Protógenes ainda não decidiu a que cargo pretende concorrer em 2010. Ele responde a um processo administrativo e já foi notificado sobre outras três ações contra ele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.