Lobão nega tráfico de influência no ministério" / Lobão nega tráfico de influência no ministério" /

Tarso nega que investigação da PF contra filho de Sarney tenha motivação política

BRASÍLIA - O ministro da Justiça, Tarso Genro, negou nesta segunda-feira que a Polícia Federal tenha investigado o empresário Fernando Sarney, filho do ex-presidente José Sarney (PMDB-AP), por motivação política. Fernando é acusado de tráfico de influência em órgãos federais para favorecer negócios privados. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/10/06/lobao_nega_trafico_de_influencia_no_ministerio_1980509.html target=_blankLobão nega tráfico de influência no ministério

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Não há uso político da Polícia Federal. Tanto é verdade que não foi a Polícia Federal que divulgou essas informações, disse o ministro.

Tarso afirmou ainda que o caso está sob investigação, pois o processo foi divulgado pela imprensa mesmo correndo em segredo de Justiça.

Eu determinei que se instaurasse um inquérito para investigar porrque esse é um processo que segue em segredo de Justiça e quando foi para o Ministério Público, no âmbito do Poder Judiciário, essa informação vazou ilegalmente, afirmou.

A Polícia Federal do Maranhão investiga Fernando Sarney desde 2006 por suspeitas de tráfico de influência no Ministério de Minas e Energia e na Caixa Econômica Federal. Ele teve prisão preventiva decretada, mas conseguiu habeas-corpus preventivo no Superior Tribunal de Justiça.

Leia mais sobre: Tarso Genro - Polícia Federal

    Leia tudo sobre: polícia federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG