Tarso minimiza reação contra Dilma na campanha do PT

O ministro da Justiça, Tarso Genro, participa hoje das campanhas eleitorais dos candidatos petistas às prefeituras de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, e de São Paulo, Marta Suplicy. Para ele, a reação do PSDB contra a participação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, nas campanhas de Marta e de Marinho, nesta semana, é apenas mais um elemento da disputa política eleitoral.

Agência Estado |

"Nós temos de encarar a participação de ministros nas campanhas com naturalidade, como sempre ocorreu em todos os governos", afirmou Genro, pouco antes de participar com Marinho do almoço de posse da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e Imobiliária (Sintracon), em São Bernardo. Antes, Tarso participou de corpo-a-corpo com Marinho - coligação "São Bernardo de Todos" (PT-PRB-PDT-PTB-PSL-PTN-PR-PRTB-PV-PHS-PSC) - pelas ruas da cidade e à tarde faz caminhada com Marta, da coligação "Uma Nova Atitude para São Paulo" (PT-PCdoB-PDT-PTN-PRB-PSB), pelo bairro de Itaim Paulista.

O ministro afirmou que o governo também não vê problemas no fato de a oposição eventualmente entrar na Justiça contra a participação de ministros nas campanhas. "Não é ato de hostilidade. Isso faz parte da disputa política. "Um ministro tem o direito de defender seu governo", afirmou, lembrando que cabe ao Judiciário examinar possíveis irregularidades da participação de ministros em campanhas políticas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG