Tarso Genro se despede de ministros e Barreto fará transição no ministério

Com data marcada para deixar o governo, o ministro da Justiça, Tarso Genro, participou nesta segunda-feira pela última vez da reunião de coordenação política, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ministros. Tarso, que deixará o cargo no próximo dia 10 para concorrer ao governo do Rio Grande do Sul, se despediu dos colegas.

iG São Paulo |

Na reunião, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que irá chamar o secretário executivo do ministério, Luiz Paulo Barreto, para conversar sobre o processo de transição e que quer fazer uma mudança pacífica no Ministério da Justiça no sentido de garantir o andamento dos projetos prioritários.

A informação é do ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, que, no entanto, não confirmou se Barreto será o novo ministro da Justiça, embora seja cotado para assumir o cargo. Não se falou sobre data, nem sobre posse nesse momento, disse.

Ao anunciar que deixaria o cargo, no último dia 2, Tarso Genro conversou com o presidente Lula e eles analisaram os nomes de Luiz Paulo Barreto e do deputado José Eduardo Cardoso (PT-SP) como alternativas para assumirem o cargo.

Participaramm da coordenação ministros da área econômica como Paulo Bernardo, do Planejamento e Guido Mantega, da Fazenda, além da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, de Alexandre Padilha, da Secretaria de Relações Institucionais, entre outros.

*com informações da Agência Brasil

Leia mais sobre: Tarso Genro

    Leia tudo sobre: tarso genro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG