Tarso Genro elogia PF e diz que sigilo permitiu sucesso da Operação Satiagraha

BRASÍLIA - O ministro da justiça, Tarso Genro, elogiou nesta terça-feira a Operação Satiagraha, da Polícia Federal, que levou à prisão o empresário Daniel Dantas, o megainvestidor Nagi Nahas, e o ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta, entre outros. Para Genro, o fato de nenhuma informação ter vazado durante a investigação permitiu o sucesso da operação.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

"A PF vem investigando há quatro anos e não houve vazamento", disse o ministro, que não se alongou no tema. Quando questionado por jornalistas, Genro se limitou a dizer que o caso, agora, será apurado numa outra esfera, no caso o Supremo Tribunal Federal.

O depoimento foi dado durante um evento promovido pelo Ministério da Justiça e pela Polícia Federal para o lançamento do Registro único de Identificação Civil, documento que estará disponível para os brasileiros a partir de janeiro de 2009, e que vai juntar, numa única carteira, RG, CPF, carteira de motorista e de trabalho.

Dilma Roussef

Em relação ao inquérito que a Justiça Federal enviou ao Supremo sobre a suposta participação da ministra Dilma Roussef (Casa Civil) no caso do dossiê com gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ministro Tarso Genro disse respeitar a decisão do Ministério Público.

"A ação do MP é prevista no Estado de Direito democrático. A meu ver é um equívoco, mas eu respeito", afirmou.

    Leia tudo sobre: satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG