Tarso espera que PT ganhe governo no RS independente de denúncias contra Yeda

BRASÍLIA - O ministro da Justiça, Tarso Genro, disse nesta quarta-feira esperar que uma possível volta do PT ao governo do Rio Grande do Sul não se dê apenas pelas denúncias contra a atual governadora, Yeda Crusius (PSDB).

Carol Pires |

Espero que a volta do PT não se dê por isso, disse, quando questionado se o desgaste da governadora poderia fortalecer o PT no Estado.

De acordo com Tarso Genro, a Polícia Federal não irá divulgar as informações nas gravações que revelam o envolvimento de Carlos Crusius, marido da governadora Yeda, com um suposto esquema de desvio de dinheiro da campanha de 2006.

O trabalho foi feito. Foi para o Ministério Público, está no Poder Judiciário. É essa autoridade que decide divulgação de informações ou não que constam do processo, observou o ministro Tarso Genro.

AE
Yeda Crusius durante coletiva no sábado no Palácio Paratini
Questionado sobre o esforço do PT gaúcho em criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Legislativa para investigar as denúncias contra a governadora tucana, Tarso Genro não quis comentar o assunto.

A Câmara do Rio Grande do Sul possui 55 deputados estaduais. Pelo menos 19 precisam assinar o requerimento do CPI para a instalação de uma CPI. 

Leia também:

Leia mais sobre: Yeda Crusius

    Leia tudo sobre: tarso genroyeda crusius

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG