O ministro da Justiça, Tarso Genro, afirmou nesta terça-feira que o governo federal está empenhado em atuar no combate ao crime organizado no Rio de Janeiro, mas descartou o uso das Forças Armadas nas ações.

  • Veja as imagens dos confrontos no Rio de Janeiro
  • Tem informações sobre o confronto no Rio? Mande para o Minha Notícia!
  • Polícia Militar realiza operação em morro da zona norte do Rio
  • Lula condena violência no Rio e promete 'limpar sujeira'

  • O Rio tem efetivo e armamento suficientes para continuar o combate ao crime, afirmou. No último final de semana, um helicóptero da Polícia Militar foi abatido por traficantes que disputavam o controle do tráfico nas favelas cariocas. 

    O ministro também avaliou que a atuação do governo federal tem sido bem feita, em resposta a avaliação do secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, para quem o governo estadual tem assumido funções que seriam da Polícia Federal. "O governo fez convênio colocando toda a estrutura da Polícia Federal para o combate ao narcotráfico no Rio, destacou.

    Ele citou ações nas fronteiras entre as medidas adotadas, e reconheceu que é preciso aperfeiçoamento. Os efeitos virão sempre em médio ou longo prazo. O que ocorre no Rio é efeito de 30 anos de abandono, completou.

    Rio 2016

    Genro afirmou ainda que as medidas adotadas irão surtir efeito em tempo de atender às demandas da Copa de 2014 e das Olimpíadas de 2016. O Rio vai resolver o problema de segurança em médio prazo e terá o apoio do governo federal, disse. 

    Sobre o impacto dos acontecimentos do final de semana sobre a imagem do Rio como sede olímpica, Genro destacou a avaliação feita por membros do Comitê Olímpico Internacional (COI).

    O comitê avaliou que a violência não foi mais grave que o atentado ao metrô de Londres, em 2005. A capital inglesa será sede das Olimpíadas de 2012. Os eleitores do COI quando votaram no Rio já sabiam deste problema. O que convenceu o COI não foi o que estava acontecendo, com o que estava acontecendo e o que está sendo feito pelo governo para resolver, disse.

    Assista ao vídeo sobre o mapa do tráfico de drogas no Rio:

    Leia também:


    Leia mais sobre: Rio de Janeiro

      Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.