Tarso: combate à corrupção terá destaque em 2010

Na véspera da entrega ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) do relatório da Polícia Federal sobre o mensalão do DEM, o ministro da Justiça, Tarso Genro, disse que o combate à corrupção voltará a ser tema central na atuação da pasta em 2010. Como consequência natural dessa postura, o ministro previu que outros escândalos, como o que atinge o governo do Distrito Federal, virão à tona.

Agência Estado |

Tarso afirmou que não faz juízo de valor sobre o esquema de pagamento de propinas no DF, que envolve o governador José Roberto Arruda, políticos e autoridades locais, mas considerou que os fatos "têm uma grande gravidade" e devem ser apurados com rigor técnico e punidos pelo Judiciário.

Segundo o ministro, a Polícia Federal teve uma atuação exemplar no inquérito, que é acompanhado pelo STJ. Tarso disse que são "complexos" os esquemas de corrupção combatidos no País e que a PF e o Ministério Público precisam se manter na vanguarda dessa política.

Para o ministro, o porcentual de "delinquentes" na política "não é maior que em outros segmentos da sociedade", como médicos, engenheiros, empresários e profissionais liberais: "apenas causam mais repercussão".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG