TAM: missa por vítimas reúne 400 em Porto Alegre

Cerca de 400 pessoas participaram hoje de uma missa em homenagem às vítimas do vôo JJ3054 da TAM Linhas Aéreas na Catedral Metropolitana de Porto Alegre, que começou às 18h51, horário em que a tragédia completou um ano. O arcebispo Dadeus Grings ofereceu conforto aos familiares e amigos citando as frases bíblicas O coração humano não pode imaginar o que Deus preparou para seus eleitos, de São Paulo; Vinde a mim todos vós que estais fatigados sob o peso de vossos fardos, do Evangelho de São Mateus , e Quando vem a noite, anseia por ti a minha alma, do profeta Isaías.

Agência Estado |

"Nós nos consolamos com a nossa fé; não vemos, mas sabemos que a vida prossegue", reiterou, durante o sermão. Presente à cerimônia, o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal José Néri da Silveira, que perdeu o filho, o advogado Paulo de Tarso Dresch da Silveira, encontrou explicação semelhante. "Somente a fé nos pode confortar e dar força para conviver com uma situação emocional dessa natureza", afirmou.

O comerciante Moysés Vieira, um dos filhos da aposentada Mery Vilma Garske Vieira, morta na tragédia, também atribuiu à união da família e a crença em Deus a força para enfrentar a saudade e levar a vida adiante. Antes da liturgia, tanto Néri da Silveira como Moysés Vieira estiveram no plenarinho da Assembléia Legislativa para participar do descerramento de uma placa confeccionada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio Grande do Sul (Sinapers) em homenagem aos que viajavam a São Paulo para participar do lançamento do Movimento Nacional contra o Calote Público. O grupo tinha sete associadas do Sinapers, conhecidas como tricoteiras dos precatórios , o advogado Paulo de Tarso, a secretária Catilene Maia Oliveira e a jornalista Kátia Escobar, assessora de imprensa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG