Tadeu Chiarelli é o novo diretor do MAC-USP

Foi anunciada ontem, no Diário Oficial de São Paulo, a nomeação de Tadeu Chiarelli como novo diretor do Museu de Arte Contemporânea da USP (MAC). A escolha foi feita anteontem pelo reitor da universidade, João Grandino Rodas.

Agência Estado |

Chiarelli terá mandato de quatro anos no MAC. Ele é professor-doutor da USP há 27 anos, coordenador do Centro de Estudos Arte e Fotografia e o Grupo de Estudos de Crítica de Arte e Curadoria, ambos do Departamento de Artes Plásticas da universidade, curador e historiador de arte respeitado no meio. Foi curador-chefe do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) entre 1996 e 2000.

Chiarelli terá agora como desafio de sua gestão no MAC fazer a transposição da nova sede da instituição, ocupando o prédio onde funcionava o Detran, no Ibirapuera. "Será uma recolocação do museu na dimensão da cidade e vai dar para mudar seu quadro a partir da visibilidade que ganhará", diz Chiarelli, que sucede a professora Lisbeth Rebollo Gonçalves.

Sua nomeação é recente, mas ele acredita que a partir do segundo semestre o MAC começará suas atividades no novo prédio. A reforma do edifício, projetado em 1954 por Oscar Niemeyer, está sendo feita pela Secretaria de Estado da Cultura. O plano inicial era de que a obra, orçada em R$ 54 milhões, ficasse pronta no ano passado. "Em visita que fiz há um mês ao local, vi que parte do espaço expositivo e da reserva técnica já estavam adiantadas", observa Chiarelli, que já foi dirigiu o MAM na década de 1990. Para a inauguração do local, ele planeja realizar uma mostra centrada na própria coleção do museu e coincidindo com a 29ª Bienal. "Mas sem leitura de obras-primas do acervo ou separações por movimentos artísticos."

O processo de transposição do MAC não será de imediato. Ainda se discute se todo o museu será transferido para o novo prédio ou se a USP vai manter um núcleo da instituição dentro do campus da universidade - hoje, o MAC tem sede na Cidade Universitária e uma área dentro do pavilhão da Bienal, no Ibirapuera. Chiarelli escolheu Cristina Freire, do corpo de cinco curadores do MAC, para ser a vice-diretora. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG