Tabaco e álcool matam 20 vezes mais que drogas ilícitas, diz Onu

BRASÍLIA - O relatório mundial sobre drogas do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC) revela que o número de pessoas que morrem por ano devido ao uso de tabaco e cigarro chegam a ser 20 maiores que dos usuários de drogas ilícitas, como cocaína e maconha.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

De acordo com o documento, o cigarro mata anualmente cerca de 5 milhões de pessoas, a bebida 2,5 milhões, contra 200 mil mortes de usuários de drogas ilícitas. 

É claro que o número de fumantes e de pessoas que bebem é muito maior que o de usuários de drogas ilícitas. Enquanto um quarto da população mundial faz uso de álcool ou tabaco, somente 5% das pessoas adultas usam drogas ilegais.

"O controle de drogas vem mostrando resultados importantes. Embora o abuso de heroína, de cocaína e de drogas sintéticas seja devastador para os indivíduos, essas drogas não tiveram, comparativamente, um impacto tão grave sobre a saúde pública mundial como o álcool e o tabaco", disse o diretor-executivo da UNODC, Antonio Maria Costa.

Ele advertiu, no entanto, que "no futuro, precisamos ser ainda mais proativos. Os recentes aumentos consideráveis da oferta da droga que vem do Afeganistão e da Colômbia podem aumentar a taxa de dependência química, diante dos preços mais baixos e da maior pureza nas doses".

Veja mais dados do relatório:

Leia mais sobre: drogas

    Leia tudo sobre: drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG