Suspeitos são presos no Rio praticando o golpe do bilhete premiado da Mega-Sena

RIO DE JANEIRO ¿ Uma dupla suspeita de praticar crimes de estelionato foi presa em flagrante nesta quarta-feira na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. De acordo com a polícia, os suspeitos foram detidos enquanto tentavam aplicar o golpe do bilhete premiado da Mega-Sena em um casal.

Redação |

Ricardo Lins de Lima, de 52 anos, e Lilian Conceição da Silva, de 48, afirmaram que tinha ganhando o valor de R$ 30 mil na quina da Mega-Sena. No entanto, segundo a dupla, eles não podiam receber o prêmio por não possuírem uma conta bancária.

Os suspeitos, então, ofereceram o suposto bilhete premiado às vítimas em troca de R$ 3 mil em dinheiro. Para que o casal abordado acreditasse na veracidade do prêmio, Ricardo e Lilian pediram que eles ligassem para um telefone que seria de uma casa lotérica. Segundo a polícia, outro integrante da quadrilha atendeu a ligação e confirmou que aquele era um bilhete premiado.

A dupla foi presa por agentes da 7ª DP (Santa Teresa) no momento em que iria receber o valor referente à troca do bilhete. De acordo com o delegado Fernando Veloso, a quadrilha já vinha aplicando o golpe e estava sendo investigada há algumas semanas, após registros de ocorrência de moradores de Santa Teresa. Para não serem presos, os suspeitos passaram a aplicar o golpe na Barra da Tijuca.

Segundo Veloso, as investigações vão continuar para apurar se os presos estão envolvidos em crimes praticados nos bairros da Lapa e da Glória. O delegado espera que outras vítimas da quadrilha procurem a delegacia para reconhecer os criminosos.

Leia mais sobre: estelionato

    Leia tudo sobre: estelionatogolpemega-sena

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG