SÃO PAULO - O músico e cantor Evandro Gomes Correia, de 35 anos, suspeito de ser o responsável pela morte da ex-mulher Cristina Bezerra Nóbrega e queda do filho de 6 anos conversou com o Jornal ¿Diário de S. Paulo¿ por telefone. Ele já teve a prisão temporária decretada pela Justiça, mas não se entregou.

O músico, que disse estar na casa de amigos na Praia Grande, litoral sul paulista, afirmou que fugiu do local porque ficou desesperado, mas que irá se entregar. Meu advogado que está vendo isso. Mas com certeza eu vou me apresentar, disse.

Na entrevista, Correia negou que jogou a mulher e o filho pela janela. Segundo ele, Cristina cortou uma mangueira de gás com uma faca e ele estava na cozinha tentando fechar o registro do gás. Porém, quando voltou para a sala, ela já estaria saindo pela janela. Ele, porém, admitiu que os dois brigaram na noite da morte. A gente estava discutindo. Até houve um empurra-empurra entre nós. Ela pegou uma faca e cortou a mangueira do gás. Tomei a faca dela e a empurrei.

Questionado se era violento, Correia respondeu: eu já fui um pouquinho.

Polícia decreta prisão temporária de ex-marido

O caso

A operadora de caixa Andréia Cristina Bezerra Nóbrega, de 31 anos, e o filho dela, Lucas, de 6, caíram por volta das 18h de terça-feira do 3º andar do prédio onde viviam, em Guarulhos, Grande São Paulo. Andréia morreu na queda e Lucas, que bateu no parapeito do edifício, fraturou o maxilar e está internado, mas não corre risco de morte.

Segundo informações do 2º DP, uma testemunha disse ter visto Correia sair do prédio logo após a queda e entrar num Taurus, que teve a placa identificada. Imagens do circuito de TV de uma agência dos Correios mostram um homem vestido de preto sair pela porta sem prestar atendimento a Andréia, caída na calçada. O caso foi registrado como homicídio qualificado e tentativa de homicídio.

De acordo com a família de Andréia, os dois se conheceram há 14 anos. Os dois freqüentavam a mesma igreja evangélica. A família diz que hoje o cantor está casado com outra mulher.

Correia participou, há alguns anos, do quadro de calouros do programa Raul Gil e tem um CD gravado.

Leia mais sobre: crime - queda do 3º andar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.