Suspeita número um da PF é Abin, diz Demóstenes

BRASÍLIA - A principal linha de investigação do inquérito da Polícia Federal (PF) na tentativa de identificar o responsável pelo grampo que flagrou a conversa entre o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, é a de que servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), desviados de sua função, foram os responsáveis pela escuta clandestina. A afirmação é do próprio Demóstenes, que recebeu na manhã desta quinta-feira os dois delegados da PF responsáveis pelo inquérito.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

O foco principal pelo que percebi é a possibilidade inicial de que algum espião desviado de sua função na Abin tenha feito o grampo, declarou o senador.

Apesar disso, Demóstenes destacou que os delegados também trabalham com a hipótese do grampo ter sido feito por terceiros, mas esta não é a linha principal de atuação.

Demóstenes fala sobre grampo

Pelas circunstâncias do telefonema, não previsto, e como teve evidência de que o ministro Gilmar foi grampeado outras vezes, é mais provável que ele estivesse sendo monitorado. Essa foi a impressão que me passaram [os delegados], disse.

    Demóstenes citou trechos de seu depoimento aos delegados, que lhe disseram ser mais fácil monitorar um telefone móvel como o que Mendes usou na conversa com o senador do que grampear o telefone fixo que é ramal de uma central PABX.

    Durante o depoimento de Demóstenes, técnicos da Polícia Federal fizeram uma busca por grampos nos telefones do senador e também foram até a central telefônica do Senado para investigar a existência de escutas clandestinas. O resultado das buscas não foi divulgado. A Polícia do Senado já havia realizado uma perícia nos telefones do senador. Nada foi encontrado.

    A expectativa é que a PF leve de trinta a sessenta dias para concluir suas investigações. Até o momento, a suspeita número um da PF é que agentes da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) desviados de sua função foram os responsáveis pelo grampo.

    Leia também:

    Leia mais sobre: grampos telefônicos

      Leia tudo sobre: grampo

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG