Surto de diarreia atinge 28 em escola no interior de SP

Pais foram advertidos a não levarem seus filhos à escola para evitar maior contaminação

AE |

A Secretaria de Saúde de São Jose do Rio Preto, a 440 quilômetros de São Paulo, investiga um surto de diarreia que atingiu, nos últimos oito dias, 28 pessoas – 19 alunos, oito professoras e uma funcionária – da Escola Municipal Célia Homsi de Melo, no bairro João Paulo 2º, zona norte da cidade. Por conta do surto, mais de 80% dos alunos faltaram às aulas nesta quarta-feira.

De acordo com a Secretaria, nenhum novo caso havia sido registrado até o fim desta tarde. Entretanto, das 180 crianças de três meses a quatro anos de idade que estudam na escola, apenas 35 foram levadas pelos pais às aulas. Segundo a prefeitura, os pais foram avisados para não levar os filhos como medida preventiva para evitar maior contaminação.

As primeiras notificações foram feitas no dia 26 de maio, mas, até hoje, a secretaria não tinha descoberto a causa da diarreia. Equipes das vigilâncias sanitárias e epidemiológica fizeram levantamento da situação no local na quinta-feira e na segunda-feira, mas não conseguiram descobrir o foco da doença.

"A Vigilância Sanitária já descartou problemas na alimentação e na higienização do prédio da unidade escolar. Profissionais da escola foram orientados sobre medidas gerais de higiene", informou a nota distribuída pela Secretaria da Saúde. A suspeita é que seja uma virose.

De acordo com a nota, foram coletadas amostras de fezes e água da escola. O resultado dos exames deve sair até semana que vem.

    Leia tudo sobre: diarreiasurtoescola

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG