Supremo Tribunal Federal oculta nome de parlamentares em processos

O acompanhamento da conduta dos representantes do povo brasileiro no Congresso Nacional tem um limite no Judiciário. A consulta pública aos procedimentos a que respondem os parlamentares no Supremo Tribunal Federal (STF) esbarra em termos como ¿sigiloso¿ ou ¿segredo de Justiça¿. Ações penais e inquéritos que recebem essa classificação podem esconder, na consulta dos processos, o nome de autoridades acusadas de terem cometido ilegalidades.

Congresso em Foco |

Muitos leitores alertaram o Congresso em Foco para a ausência dos nomes de alguns parlamentares da lista de 150 processados no STF publicada nesta quarta-feira. A prerrogativa dos ministros do STF explica a omissão.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: parlamentares

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG