Supremo investiga oito políticos do Rio Grande do Sul

Um inquérito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) colocou a política gaúcha em polvorosa outra vez. Entre os oito investigados estão os deputados federais Eliseu Padilha (PMDB) e José Otávio Germano (PP); o secretário de Habitação, Saneamento e Desenvolvimento do Rio Grande do Sul, Marco Alba (PMDB); o presidente da Assembléia Legislativa, Alceu Moreira (PMDB); o prefeito de Sapucaia do Sul, Marcelo Machado (PMDB); e o secretário de governo de Canoas, Francisco Fraga, que é réu da Operação Rodin.

Agência Estado |

Também estão na lista Marco Camino, empresário, e Renan Presser, funcionário da prefeitura de Sapucaia do Sul.

O procedimento foi aberto no dia 1º de agosto e corre em segredo de Justiça. Por isso nem o Ministério Público Federal, que fez a representação criminal inicial, em Canoas, nem o Supremo e nem a Polícia Federal informaram o que está sendo apurado. Os investigados alegam que não sabem do que são acusados e vão constituir advogados para pedir acesso aos autos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG