Supostos bandidos libertam funcionários que eram mantidos reféns em banco de MG

CLÁUDIO - Após intensa negociação com a polícia, suspostos bandidos libertaram, por volta das 11h20 desta quarta-feira, 10 funcionários, entre eles o gerente, que eram mantidos reféns em uma agênica do banco Bradesco, na cidade de Cláudio, no centro-oeste de Minas Gerais.

Redação |

Segundo informações da Polícia Militar, três homens armados renderam os funcionários por volta das 8h30.

As primeiras informações indicavam que a família do gerente estaria refém na residência dele. A polícia realizou um cerco no local, mas a casa estava fechada e ninguém foi encontrado.

Com o auxílio de dois helicópteros, policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) negociaram a libertação das vítimas, que foram soltas sem ferimentos.

Três suspeitos foram presos e um terceiro, que estaria como olheiro, conseguiu escapar.

Leia mais sobre: seqüestro

    Leia tudo sobre: seqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG