Suplicy devolve calção e Sabrina Sato ganha livros do senador

BRASÍLIA ¿ O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) recebeu nesta quarta-feira em seu gabinete no Senado a pivô do episódio que quase causou um processo de quebra de decoro parlamentar contra ele, a apresentadora do programa ¿Pânico na TV¿, Sabrina Sato.

Camila Campanerut, repórter em Brasília |

Durante a visita, o senador presenteou Sabrina com toda sua coleção de livros publicados e ainda devolveu a famosa sunga vermelha, que achou que se tratava de um presente. Pensei que fosse presente e levei pro meu gabinete. Depois ela disse em entrevista que eu não devolvi. Agora, devolvi. E ainda dei meus livros de renda básica da cidadania para ela, disse Suplicy.

A visita da Sabrina ao gabinete de Suplicy teve como objetivo mostrar como o senador trabalha e reiterar que nem o programa nem o parlamentar tiveram a intenção de ferir a imagem da instituição com a brincadeira dos dois na semana passada, quando Suplicy vestiu uma sunga vermelha com referência ao personagem Super-Homem.

O que é decoro?, questionou a apresentadora ao parlamentar, que a imitou em entrevista ao iG. O senador contou que disse a jovem que é um comprometimento sério e adequado. 

A filmagem dentro do meu gabinete todo de paredes de vidro mostra a transparência de como trabalho, disse. A gravação com o petista deve ir ao no próximo domingo, já que na edição passada, o senador pediu a direção do programa que retirasse o trecho em que ele aparecia no Salão Verde com o calção vermelho sobre as calças.  O episódio quase gerou a abertura de sindicância na Corregedoria do Senado, que acabou apenas em advertência do senador Romeu Tuma (PTB-SP).

Leia mais sobre: Suplicy

    Leia tudo sobre: suplicy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG