Suplente de Suplicy lidera ato contra Serra em SP

O bota-fora do governador de São Paulo, José Serra (PSDB), que será realizado hoje pelo conselho do Sistema de Negociação Permanente (Sinp), entidade que congrega 42 sindicatos do funcionalismo público do Estado, tem como líder Carlos Ramiro de Castro, petista histórico e suplente do senador Eduardo Suplicy (PT-SP). Ele classifica o governo paulista como autoritário e nega que o bota-fora tenha cunho eleitoral.

Agência Estado |

Ramiro, ou Carlão, como é conhecido entre os colegas de sindicato, faz parte dos quadros do PT desde 1985. Professor de biologia, foi presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) de 2002 a 2008, filiado à CUT, braço do PT no movimento sindical nacional.

A manifestação proposta pelo Sinp - que congrega entidades ligadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e à Força Sindical - será um "almoço de gala" no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp), na Avenida Paulista, a partir das 12h30 de hoje, seguido de uma passeata.

De acordo com a entidade, serão montadas mesas e cadeiras para servir coxinhas - uma crítica ao vale-refeição do magistério, que hoje tem valor de R$ 4. Em seguida, os sindicalistas caminharão até o centro da cidade, em alas compostas por setores do funcionalismo público. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG