Supermercado é condenado por vender computador com conteúdo pornográfico

RIO DE JANEIRO - A Justiça do Rio de Janeiro condenou nesta segunda-feria a rede de supermercados Carrefour a pagar indenização no valor de de R$ 6 mil a Thereza Cristina Lopes Loyola. De acordo com a Justiça, Thereza comprou um computador para presentear sua filha, de 13 anos. Porém, ao ligar a máquina e clicar em um determinado atalho, ela encontrou um vídeo erótico e fotografias pornográficas.

Redação |

Segundo a decisão, Thereza teria comunicado o fato ao Carrefour, que não teria se mobilizado para resolver o problema. A assessoria de imprensa do Tribunal do Estado informou que a rede de supermercados pode recorrer da decisão.

Para o relator do processo, desembargador Ricardo Couto de Castro, o "conteúdo pornográfico inserido restringiu a utilização e frustrou a expectativa de todos, tendo ainda causado uma situação vexatória que foge ao mero constrangimento".

Leia mais sobre: indenização

    Leia tudo sobre: carrefourindenizaçaoindenização

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG