A Corregedoria do Senado abriu uma investigação preliminar para saber se o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) quebrou o decoro parlamentar ao andar pelas dependências do Congresso com uma sunga vermelha sobre o terno. O petista surpreendeu os colegas ao desfilar com o adereço pelo Salão Azul do Senado na noite da última quarta-feira, durante gravação de uma participação para o programa Pânico na TV, da Rede TV, a pedido da apresentadora Sabrina Sato.

"Estamos coletando informações sobre o caso. Vamos ver se o regimento foi ferido, afirmou o senador paulista, complementando que o fato o chocou. Ele prestou um serviço humorístico.

Leia a reportagem na íntegra no Congresso em Foco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.