Sul e oeste de SP saem do estado de atenção

A intensidade da chuva diminuiu e o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) retirou as zonas sul e oeste da capital e a região da Marginal do estado de atenção. O estado havia sido decretado às por volta das 15 horas.

Agência Estado |

Segundo o CGE, as áreas de instabilidade responsáveis pelas pancadas de chuva se propagaram em direção ao ABC paulista, à Baixada Santista e ao Vale do Paraíba.

Em meio à chuva, os fortes ventos derrubaram pelo menos 31 árvores. Uma delas caiu sobre um veículo na Rua Alvarenga, no Butantã, ferindo uma pessoa, de acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A rua foi completamente fechada no sentido centro. Também houve interdições parciais decorrentes de queda de árvores nas Avenida 23 de Maio, Brasil, Engenheiro Luís Carlos Berrini e das Nações Unidas. Não foi registrado nenhum ponto de alagamento.

As rajadas de vento superiores a 40 km por hora, aliadas aos raios, provocaram ainda a interrupção do fornecimento de energia em pontos dos bairros Planalto Paulista, Brooklin, Campo Belo, Moema, Pompeia, Pinheiros, Alto da Lapa, Sumaré, Vila Prudente, Pirituba, Casa Verde e Santana e das cidades de Santo André, São Bernardo do Campo e Diadema. A Eletropaulo deslocou 400 eletricistas e técnicos para solucionar os problemas. A previsão inicial é de que a situação seja normalizada até as 18h30.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG