Um dia após o subprefeito de São Miguel Paulista, Milton Roberto Persoli, afirmar que o entulho das casas demolidas no Jardim Romano seria mantido nos terrenos para evitar reocupação, a subprefeitura garantiu que o material começou a ser recolhido na quarta-feira.

Outras três casas foram demolidas no bairro da zona leste, alagado há mais de 20 dias - ao todo já são 39 residências derrubadas. Seis bairros também continuam alagados na região, onde voltou a chover forte.

Segundo a subprefeitura, 30 caminhões trabalham no bairro para retirar o entulho e também o lixo e os móveis descartados pelos moradores por causa dos estragos provocados pela chuva.

O trabalho estaria sendo feito nas ruas onde os caminhões conseguem entrar e o entulho, levado ao Ecoponto Carlito Maia, em São Miguel. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais sobre: Jardim Romano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.