O jornalista Antonio Marcos Pimenta Neves fracassou na tentativa de anular o júri no qual foi condenado pela morte da também jornalista Sandra Gomide, em 2000. O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Arnaldo Esteves Lima rejeitou um recurso no qual era questionada a condenação do jornalista a 15 anos de reclusão e manteve a decisão.

Pimenta Neves está solto desde 2001, quando obteve um habeas-corpus no Supremo Tribunal Federal (STF).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.