STJ nega novamente pedido de Suzane para semiaberto

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) informou hoje que negou o pedido de habeas corpus da defesa de Suzane Von Richthofen para que ela fosse transferida para o regime prisional semiaberto. A jovem acusada de participar do assassinato dos pais em São Paulo, em 2002, foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão.

Agência Estado |

Ela está na penitenciária feminina de Tremembé.

O habeas corpus foi impetrado contra decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), que indeferiu o pedido da defesa da jovem. No pedido de habeas corpus, a defesa alegou que Suzane teria cumprido o prazo especificado pela Lei de Execuções Penais para a progressão de regime. O ministro Og Fernandes foi o relator do processo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG