STJ mantém preso acusado de agredir doméstica no Rio

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a prisão preventiva do jovem Rodrigo dos Santos Bassalo da Silva, acusado de agredir e roubar a empregada doméstica Sirlei Dias de Carvalho, no ano passado, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. A decisão do ministro Og Fernandes, da Sexta Turma da Corte, foi divulgada hoje.

Agência Estado |

Em habeas-corpus ajuizado no STJ, a defesa de Silva alegava que ele teria o direito de recorrer em liberdade por ser réu primário e possuir bons antecedentes. O ministro Og Fernandes afirmou, no entanto, que não foi constatada ilegalidade que permitisse a concessão de alvará de soltura. Para ele, os motivos expostos no acórdão são suficientes para a manutenção da custódia.

Em 23 de junho de 2007, após saírem de uma festa, Silva e mais quatro jovens de classe média pararam em um ponto de ônibus e agrediram Sirlei, além de roubarem a bolsa dela. Silva foi denunciado por roubo e lesão corporal grave e está preso atualmente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG